Pesquisar este blog

domingo, 22 de dezembro de 2013

Qual tem sido a motivação do seu coração? Final


“Eis que bem aventurado é o homem a quem Deus repreende; e não desprezes, pois, a correção do todo- Poderoso. Por que Ele faz a chaga, e ele mesmo a liga; Ele fere; e as suas mãos curam. Em seis angustias te livrará, e na sétima o mal não te tocará. Jó 5: 17, 18, 19.

Há momentos onde penso que nada mais pode ser, pois sinto que não possuo mais forças para continuar o caminho, e com isso sofro em minha carne o desgaste da caminhada e percebo como ela tem consumido toda minha energia. Então sinto- me totalmente angustiada e triste por saber que restam tantas coisas a serem feitas e por ser fraca, ou por ser inconstante em muitas situações não consigo concluir coisas que são necessárias. É como se eu estivesse sendo cobrada de algo que entendo que precisa ser feito, no entanto não consigo compreender exatamente a forma como devo proceder, e vem á sensação de que não tenho cumprido minha missão, deixando muito a desejar naquilo que o Eterno tem me confiado. Então sinto como se Deus estivesse me espremendo, me cobrando algo e ao mesmo tempo me deixa sentir-me perdida. E nesses momentos é impossível não ser confrontada comigo mesma, e acabo tendo a infelicidade de me deparar com os erros que por ventura cometi em situações tão adversas de minha vida, o que me faz sentir ainda mais frustrada e cansada.

E satanás pra não deixar barato, joga em nossa cara falsas verdades, mas que por alguns momentos acabamos acreditando ser uma “Grande verdade”, e com isso nos machucamos ainda mais. Minha alma fica aflita e inquieta, pois lembro que todos os dias eu tenho escolhido caminhar com Jesus, ama-lo e me esforço para obedecer, mas ainda sim o Senhor permite-me passar por coisas que machucam meu coração e me fazem chorar, sentindo-me a pior pessoa do mundo por não entender nada às vezes. Então me pergunto? Como é possível amar tanto o Senhor e ao mesmo tempo sentir raiva, se sentir decepcionada, injustiçada, magoada na alma com alguém que amamos mais que a nós mesmos. Pois é, isso é o que sinto ás vezes em relação à pessoa do nosso Deus. E nessas horas não adianta querermos fingir um sentimento que não estamos alimentando, ninguém diz coisas lindas o tempo todo, por mais amor que tenhamos dentro de nós. Sei que a palavra de DEUS é coberta de verdades que nos apontariam para que nunca pensássemos assim, porém nossa carne briga com nosso espirito a cada segundo, e vence-la é algo que nos exigirá muito.

Conseguir discernir uma coisa da outra quando se está dentro da caverna é quase impossível, somente quando aquietamos nosso coração, é que conseguimos voltar novamente à realidade. Mas no instante em que estamos vivendo e lidando com os conflitos, é bem mais complicado do que parece, por mais que tenhamos milhares de motivos e palavras de Fé dentro de nós. Há situações onde me sinto tão triste que digo que o sentimento que tenho não é de estar sendo cuidado por Deus, mas é como se Ele estivesse me castigando por algo que eu não consigo entender bem o que é. Então por alguns segundos sinto vontade de deixar de ser quem sou. Mas aleluias, por que maior é o que está em nós, do que o que está no mundo, e ai de nós se não fosse assim não é mesmo. Creio que alguns podem até se escandalizar com o meu comentário, mas aprendi que ser hipócrita com nós mesmos é pior que mentir para os outros. Não estou dizendo que não amo ao Senhor, jamais, pois sei que Ele é minha própria vida.

 Mas como fingir sobre algo que ás vezes passa em meu coração, principalmente para Ele que tudo vê e me conhece no mais profundo. Sei que não posso responsabilizar o Senhor Jesus por tudo que vivo ou deixo de viver, é que no momento da dor pensamos em muitas coisas, e perguntamos a nós mesmos, para que se esforçar tanto? O que tem mudado em minha vida ao querer ser muito certinha (o) em tudo? Exigir tanto de mim tem me beneficiado em que Pai?  Esse é um dos sentimentos que confrontam nossas emoções e pensamentos, pois o inimigo nos ataca a todo instante. É claro que jamais poderemos ceder a esses pensamentos que vem do inferno para tirar nossa paz, mas deixar de assumir que isso passa dentro de nós é um erro que em nada nos ajuda. Lutar contra esse sentimento é tudo que temos que fazer ignora-lo jamais, pois ao final, eu creio isso acabará contribuindo para o nosso próprio amadurecimento, irônico dizer isso, mas é a mais pura verdade.

Por isso é preciso conhecer muito bem o Deus a qual servimos e consolidar nosso relacionamento com Ele todos os dias, pois quando todo esse turbilhão de sentimentos vier sobre nós, o Espirito Santo sempre irá nos lembrar de algo ao qual vivemos com o Senhor. Ele trará a nossa memória cada momento que temos vivido nos lembrará das muitas experiências que nos levou a ser quem somos e o porquê devemos permanecer. A questão é que tudo está literalmente ligado a “Motivação do nosso coração.” Acredite ela irá determinar grande parte da jornada a qual iremos seguir ou não, tudo isso dependerá de cada um de nós. Embora eu seja uma mulher muito convicta de algumas coisas, nunca posso esquecer que sou humana, com isso estou sujeita a errar como todos, e de fato cometo muito erros. Então entendo que buscar a Deus terá que ser algo diário. É que alguns por nos ver caminhando com o Senhor olham para nós e por não enxerga nada de muito escandaloso, pensam que somos uma fortaleza em pessoa, ou que nossas vidas são isentas de preocupações.

“Somente aquele que sabe o que tem chorado, conseguirá sentir o peso das responsabilidades que carrega”.

Sinto-me assim em muitos momentos de minha vida, como se as responsabilidades que o Senhor tem confiado a mim fossem maior do que minha capacidade de executa-las, mas sei que Ele capacita a quem chama. Tenho orado a Deus para que Ele me faça entender o que tenho vivido, sei que minha resposta virá, e se algumas não vierem sei que elas também podem ser respostas. Hoje ao falar com Deus, eu chorava e pedia perdão a Ele por minha ingratidão, minha incredulidade, pois mesmo conhecendo e sabendo quem Ele é em mim, tenho permitido que o inimigo tomasse conta de meus pensamentos me fazendo questionar verdades que nunca poderão ser mudadas. Tudo que vivo, a cada segundo onde o sangue de Cristo Jesus corre em minhas veias, a cada detalhe de uma simples realidade que me cerca todas essas coisas só acontecem por que o Espirito Santo cuida de mim. Deus me ensina que apesar de meus erros e limitações, existe em mim um clamor, uma sede que me faz lembrar e considerar que acima de todas as coisas, existe um Deus que é único e diz: Ainda que eu seja imperfeita, preciso sempre valorizar e preservar a motivação do meu coração, e que ela seja pura verdadeira, estando alinhada ao coração do Pai a cada pulsar do meu.

Então percebo mais uma vez que tenho um amor por Jesus que me consome ao ponto de não mais viver por mim mesma, pois ainda que eu me entristeça pelas coisas incompreendidas que insiste em me ferir, minha alma se abate quando não consigo ouvir claramente a voz do meu Pai. Há dentro de mim uma necessidade de falar com o Senhor Jesus e ouvi-lo a todo instante e se por alguma razão isso não acontece, é como se eu morresse um pouco a cada dia. Ainda que as lutas insistam em me perseguir, pois assim será enquanto estivermos aqui nessa terra, contudo sinto-me fortalecida ao perceber que Jesus me compreende me perdoa e me ama mesmo assim. Então deixo de ser egoísta e passo novamente a olhar para algo que é maior que os meus próprios interesses. Sei que minha jornada ainda reserva-me muitas surpresas, mas de uma coisa também sei, cada uma delas irá cooperar para algo bem maior, verdades que meus olhos ainda não viram.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar e me acrescentar ao coração. Sejam sempre bem vindos!!