Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Vencendo um dia de cada vez


Por vezes pensamos que servir ao Senhor, dizer que o amamos, e tantas outras coisas, achamos que isso nos tornará imune a certos sofrimentos. É claro que sabemos que Jesus disse em sua palavra que no mundo teríamos aflições, mas é que no fundo, mesmo inconscientes, todos esperam que não seja assim. Imaginamos que por sermos servos amados do pai, as coisas tende a ficar melhores para o nosso lado. Hum, quem me dera que fosse assim, pois é justamente o contrário.

Tenho compartilhado já algum tempo com os irmãos e amigos que tem me acompanhado no Blog. E quem lê minhas postagens já me conhece um pouquinho (risos). Sabem que falo de todas as coisas da forma como sinto, e que procuro ser sincera com Deus em minha forma de ama-lo, e de relacionar-me com ELE, o que não significa que eu esteja certa o tempo todo, e nem de tudo errada. Também sou uma mulher comum como todas as outras, repleta de erros e acertos. A quem discorde de minhas opiniões, outros podem dizer que sou meio louca pelas coisas que escrevo. Mas gosto sempre de enfatizar que, há coisas que são sentimentos, pensamentos meus, outros já é a própria palavra do Senhor nos advertindo, e essa jamais poderá ser contestada. Enfim, a mim não importa o que pensem a meu respeito, o que sei amados, é que sou um ser comum, formado desde o ventre de minha mãe para ser uma Adoradora. O que acaba não me tornado muito comum, pois para o mundo somos como loucos.

Sinto amor, raiva, alegria, tristeza, cansaço, solidão, medo, inveja, frustração, angustia, insegurança, esperança, encorajamentos, dúvidas, sinto paz, mas por alguns instantes a guerra me faz chorar, sinto que diversos sentimentos tomam meu coração sem pedir minha aprovação. E percebo que o meu papel como amada do Pai é fazer com que todos os sentimentos ruins não prevaleçam, é me esforçar para ignora-los todos os dias. É preciso lutar contra cada um deles, e dar ênfase aos que nos tornam parecidos com Cristo. Não temos que nos sentir envergonhados de pensar coisas que não gostaríamos, afinal de contas vivemos em um mundo perverso e corrompido, e de alguma forma isso afeta a cada um de nós. No entanto, temos que sentir vergonha de alimenta-los dentro de nós. Eu nunca duvidei do que Deus pode fazer, mas acredito que Fé é algo que se alimenta todos os dias, pois o que declaramos hoje, certamente não servirá para amanhã. Por isso há dentro de nós uma necessidade de buscarmos a face do Senhor dia após dia, assim como nos alimentamos todos os dias.

E com as lutas não é diferente, o que eu disse ter vencido ontem, não significa que vencerei amanhã, o pecado que hoje renunciei não significa que daqui a um mês, um ano eu não farei novamente. Quando digo que hoje, estou firmada em Deus, me sentindo encorajada, cheia de Fé e animada em meu Espirito, isso tudo não servirá para o resto da minha vida. Sabem por quê? Por que vencemos e vivemos um dia de cada vez. A palavra de Deus precisa matar nossa fome e sede todos os dias. Nosso alimento é uma busca diária. Somos seres humanos e meros mortais, e quando se vence um gigante logo outro se levanta. Então acredite, buscar a face de Deus todos os dias é o que nos manterá de pé, caso contrário morreremos. Receba em seu espírito a força que vêm de Deus, mas Viva e vença um dia de cada vez.