Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de julho de 2012

Edificando um altar em tempos de guerra



Deus como é difícil fazer isso nesses momentos. Mas eu fiz uma escolha, disse que te amaria que seria fiel ao Senhor em todo tempo, sinta eu o que sentir, passe o que passar. Então digo que essa ainda é, e sempre será minha escolha. Não tem sido fácil para mim viver o que tenho vivido e passar por tantas coisas das quais eu nunca imaginei passar ou sentir. Mas eu te amo tanto pai, não sei viver sem teu amor, sem te sentir, gosto de saber que posso te tocar e te ouvir a qualquer hora. Estar bem no seu pertinho. E por isso eu não aceito papai que os problemas que tem me angustiado me afaste de tua presença. Tira o vazio que às vezes tenta tomar conta do meu coração e tudo que tem cegado meus olhos.

Deus eu preciso de ti, preciso focar minha atenção somente no Senhor, na tua face, pois sei que és maior que tudo que esta a minha volta. Afasta toda confusão, medo, ansiedade, cansaço, perturbação, todo espirito contrario ao que o Senhor tem para mim, e tudo que não tem trago alegria ao meu coração. Cansei-me de querer saber o porquê de tantas coisas que tenho passado, vivido e sentido. Sei que isso não é algo para eu me preocupar, tenho apenas que confiar em ti. Mas me diga pra quê? O que queres que eu faça como posso ser o que o Senhor espera de mim? E como edificar um altar em tempos de guerra?

Ensina-me Papai a te adorar como é preciso, a falar contigo, te ouvir. Arranca de mim tudo que não é teu, e fere o teu coração, seja esse em meu comportamento, atitudes, seja o que for. Socorre - me Deus, te amo tanto! Minha alma tem sede e fome de ti, mas às vezes me perco da tua presença e não sei como fazer para chamar a tua atenção pra mim. Mas de uma coisa sei, seus olhos nunca se desviaram pra longe de mim, e nessa preciosa verdade eu me apego. Perdoa-me Deus por eu não ser o que o Senhor espera de mim, por tantas falhas, por minhas fraquezas. Por isso, te chamo te clamo. Cura-me, sara-me, quero ser livre para adorar, ver tua face e te beijar, cumpra em mim o teu querer, pois eu nasci para ser livre e sua menina dos olhos.